Programa de intervenção multidimensional para a ansiedade social (IMAS): livro do terapeuta - Sinopsys Editora
51 3066.3690 Horário de atendimento: De Seg a Sex das 8h30 às 18h, sem fechar ao meio-dia (Exceto em feriados).
Produtos

0
Produto sinopsys Programa de intervenção multidimensional para a ansiedade social (IMAS): livro do terapeuta

Programa de intervenção multidimensional para a ansiedade social (IMAS): livro do terapeuta

Vicente E. Caballo, Isabel C. Salazar, Laura Garrido, María J. Irurtia e Stefan G. Hofmann

De R$ 136,00

Por R$ 129,20 4 x de R$ 32,30 sem juros

Disponibilidade: Em Estoque

Esta Promoção Acaba Em:

00

00

00

00

dias horas minutos segundos

SINOPSE

Este livro reflete o trabalho de mais de 15 anos realizado pelos autores sobre ansiedade social na Espanha, Brasil, Portugal e 18 países ibero-americanos. Os resultados destes estudos serviram como base para o desenvolvimento do atual Programa de Intervenção Multidimensional para Ansiedade Social (IMAS). Único programa que combina técnicas tradicionais de terapia cognitivo-comportamental, como a reestruturação cognitiva, a exposição ou o treinamento em habilidades sociais, com processos das chamadas terapias terceira geração, como terapia de aceitação e compromisso (ACT), atenção plena (mindfulness) ou terapia comportamental dialética (DBT). 

Este livro inclui um protocolo de tratamento detalhado, sessão por sessão, com vários exercícios para facilitar sua aplicação por todos os profissionais de saúde mental. O programa IMAS, com as correspondentes adaptações, também pode servir para o tratamento de outros problemas psicológicos, especialmente transtornos depressivos, outros transtornos de ansiedade ou transtorno da personalidade borderline. Também pode ser utilizado por pessoas que simplesmente desejam aumentar sua qualidade de vida. O livro do terapeuta é complementado com o livro do paciente, fundamentalmente prático e aplicado, que será de grande ajuda na terapia para o profissional e para o paciente.

Este livro dispõe de formulários digitais.

SUMÁRIO

Prólogo.

Capítulo 1. Introdução.


Capítulo 2. A Ansiedade Social: Definição, Características e Tratamento.

2.1. Como identificar se um paciente tem um transtorno de ansiedade social (TAS) (ou fobia social).
2.2. Quais são as características clínicas do TAS.
2.3. Quais dimensões fazem parte da ansiedade social.
2.3.1. Interação com pessoas desconhecidas.
2.3.2. Interação com pessoas do sexo oposto.
2.3.3. Expressão assertiva de incômodo, desagrado ou raiva.
2.3.4. Ficar em evidência/Fazer papel ridículo.
2.3.5. Falar em público/Interação com pessoas em posição de autoridade.
2.4. Como o TAS afeta a vida dos pacientes.
2.5. Como o TAS evolui.
2.6. Qual é a prevalência do TAS.
2.7. Como a prevalência do TAS se distribui entre mulheres e homens.
2.8. Quais idades costumam ser as mais afetadas pelo TAS.
2.9. Com qual idade o TAS costuma começar.
2.10. Com quais outros transtornos o TAS pode se apresentar.
2.11. As pessoas tímidas também sofrem de ansiedade social?
2.12. O diagnóstico diferencial.
2.13. Uma explicação evolutiva sobre os medos sociais.
2.14. Um modelo para a explicação do TAS.
2.15. Tratamentos para o TAS.
2.16. Tratamento psicológico.
2.17. Tratamento farmacológico.

Capítulo 3. A Avaliação dos Pacientes com TAS.

3.1. "Entrevista clínica semiestruturada para a ansiedade social (ECSAS)".
3.2. "Questionário de ansiedade social para adultos" (CASO).
3.3. "Autorregistro para a ansiedade, medo, vergonha ou nervosismo em situações sociais".
3.4. Outros instrumentos para possíveis problemas comórbidos ao TAS.

Capítulo 4. Programa de Intervenção Multidimensional Para a Ansiedade Social (IMAS).

4.1. Apresentação e justificativa do programa IMAS.
4.2. Objetivos do programa IMAS.
4.3. Critérios para participar no programa IMAS.
4.4. Estrutura do programa IMAS.
4.4.1. Componentes do programa IMAS.
4.4.1.1. Psicoeducação.
4.4.1.2. Educação em valores.
4.4.1.3. Treinamento em aceitação.
4.4.1.4. Treinamento em atenção plena (mindfulness).
4.4.1.5. Reestruturação cognitiva e desvinculação dos pensamentos.
4.4.1.6. Treinamento em habilidades sociais.
4.4.1.7. Exposição.
4.4.1.8. Tarefas para casa.
4.4.2. Esquema do programa IMAS.
4.4.3. Formato grupal vs. formato individual.
4.5. Diário de sessões.

4.5.1. Sessões 1 e 2. Avaliação inicial dos pacientes.

4.5.1.1. Avaliação do TAS, problemas comórbidos e das habilidades sociais.
4.5.1.2. Comunicação dos resultados ao paciente.
4.5.1.3. Definição dos objetivos pessoais para a terapia.
4.5.1.4. Explicação do funcionamento do grupo terapêutico.
4.5.1.5. Assinatura do contrato terapêutico.
4.5.1.6. Tarefas para casa (na sessão 1).

4.5.2. Sessão 3. Formação do grupo terapêutico e psicoeducação sobre o TAS.

4.5.2.1. Formação do grupo terapêutico.
4.5.2.1.1. Apresentação dos membros do grupo.
4.5.2.1.2. Exposição sobre o programa IMAS.
4.5.2.1.3. Explicação sobre os componentes do tratamento.
4.5.2.1.4. Estabelecimento de normas básicas para o funcionamento do grupo.
4.5.2.2. Psicoeducação sobre o TAS.
4.5.2.2.1. Definição e conceito de ansiedade social.
4.5.2.2.2. Características clínicas do transtorno de ansiedade social.
4.5.2.2.3. Dimensões da ansiedade social: uma nova perspectiva dos temores sociais.
4.5.2.2.4. Os custos da ansiedade social na vida das pessoas.
4.5.2.2.5. Uma possível explicação para o desenvolvimento do TAS.
4.5.2.3. Treinamento em respiração abdominal.
4.5.2.4. Treinamento em atenção muscular progressiva.
4.5.2.5. Tarefas para casa.

4.5.3. Sessão 4. Identificação da ansiedade e dos valores para a vida.

4.5.3.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.3.2. Caracterização da ansiedade situacional.
4.5.3.2.1. Os mitos da ansiedade.
4.5.3.2.2. Como avaliar a ansiedade: o uso da escala de "Unidades subjetivas de ansiedade" (escala USA).
4.5.3.3. Identificação de valores para a vida.
4.5.3.4. Introdução às cognições disfuncionais na ansiedade social.
4.5.3.5. Treinamento em atenção plena: "respirar com atenção plena".
4.5.3.6. Tarefas para casa.

4.5.4. Sessão 5. Reestruturação cognitiva e desvinculação dos pensamentos (1ª parte).

4.5.4.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.4.2. Valores para a vida e fluxo de pensamentos.
4.5.4.3. Reestruturação cognitiva.
4.5.4.3.1. Os princípios ABC da terapia racional-emotiva comportamental (TREC).
4.5.4.3.2. Identificação dos pensamentos automáticos desadaptativos.
4.5.4.3.3. Determinação da disfuncionalidade dos pensamentos.
4.5.4.4. Introdução à desvinculação ou distanciamento dos pensamentos.
4.5.4.5. Treinamento em atenção plena: "comer com atenção plena".
4.5.4.6. Tarefas para casa.

4.5.5. Sessão 6. Reestruturação e desvinculação cognitivas (2ª parte).

4.5.5.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.5.2. Reestruturação e desvinculação cognitivas.
4.5.5.2.1. Questionamento dos pensamentos.
4.5.5.2.2. Debate cognitivo com desvinculação dos pensamentos.
4.5.5.3. Prática da aceitação e da desvinculação dos pensamentos.
4.5.5.4. Treinamento em atenção às sensações corporais por meio da imaginação.
4.5.5.5. Tarefas para casa.

4.5.6. Sessão 7. As habilidades sociais e os estilos de resposta.

4.5.6.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.6.2. Repassar os valores para a vida e a desvinculação.
4.5.6.3. Introdução às habilidades sociais.
4.5.6.3.1. Definição das habilidades sociais.
4.5.6.3.2. Tipos de habilidades sociais.
4.5.6.4. Componentes das habilidades sociais.
4.5.6.5. Estilos de resposta: assertivo, passivo e agressivo.
4.5.6.6. Direitos humanos básicos assertivos.
4.5.6.7. Treinamento em atenção plena com os componentes do comportamento social.
4.5.6.8. Tarefas para casa.

4.5.7. Sessão 8. Treinamento na dimensão 1: Interação com pessoas desconhecidas (1ª parte).

4.5.7.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.7.2. Introdução ao treinamento de cada dimensão.
4.5.7.3. Dimensão 1: Interação com pessoas desconhecidas.
4.5.7.3.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.7.3.2. Treinamento específico na dimensão 1: Interação com pessoas desconhecidas (1ª parte).
4.5.7.3.3. Ideias para praticar as habilidades de conversação.
4.5.7.4. A folha de autorregistro multimodal.
4.5.7.5. Treinamento em atenção corporal por meio da imaginação (2ª parte).
4.5.7.6. Tarefas para casa.

4.5.8. Sessão 9. Treinamento na dimensão 1: Interação com pessoas desconhecidas (2ª parte).

4.5.8.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.8.2. Desvinculação dos pensamentos para a dimensão 1.
4.5.8.3. Treinamento em atenção plena: "observar o mundo exterior com atenção plena".
4.5.8.4. Treinamento específico na dimensão 1: Interação com pessoas desconhecidas (2ª parte).
4.5.8.4.1. Fazer amigos.
4.5.8.4.2. As redes sociais: novas opções na era da internet.
4.5.8.5. Tarefas para casa.

4.5.9. Sessão 10. Treinamento na dimensão 2: Interação com pessoas do sexo oposto (1ª parte).

4.5.9.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.9.2. Treinamento da respiração abdominal em um minuto.
4.5.9.3. Treinamento em desvinculação de pensamentos.
4.5.9.4. Treinamento em atenção plena: "observar o mundo interior com atenção plena".
4.5.9.5. Dimensão 2: Interação com pessoas do sexo oposto (1ª parte).
4.5.9.5.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.9.5.2. Internet como instrumento para a interação com pessoas do sexo oposto.
4.5.9.5.3. Treinamento específico na dimensão 2: Interação com pessoas do sexo oposto (1ª parte).
4.5.9.6. Tarefas para casa.

4.5.10. Sessão 11. Treinamento na dimensão 2: Interação com pessoas do sexo oposto (2ª parte).

4.5.10.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.10.2. Treinamento em desvinculação dos pensamentos.
4.5.10.3. Treinamento em aceitação das sensações corporais (1ª parte).
4.5.10.4. Treinamento específico na dimensão 2: Interação com pessoas do sexo oposto (2ª parte).
4.5.10.5. Tarefas para casa.

4.5.11. Sessão 12. Treinamento na dimensão 3: Expressão assertiva de incômodo, desagrado ou raiva (1ª parte).

4.5.11.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.11.2. Dimensão 3: Expressão assertiva de incômodo, desagrado ou raiva (1ª parte).
4.5.11.2.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.11.2.2. Treinamento específico na dimensão 3: Expressão assertiva de incômodo, desagrado ou raiva (1ª parte).
4.5.11.3. Treinamento em desvinculação dos pensamentos e em agir na direção oposta.
4.5.11.4. Treinamento em aceitação das sensações corporais (2ª parte).
4.5.11.5. Tarefas para casa.

4.5.12. Sessão 13. Treinamento na dimensão 3: Expressão assertiva de incômodo, desagrado ou raiva (2ª parte).

4.5.12.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.12.2. Treinamento em desvinculação dos pensamentos: levar o "Grilo Falante" para passear.
4.5.12.3. Treinamento em aceitação das sensações corporais (3ª parte).
4.5.12.4. Dimensão 3: Expressão assertiva de incômodo, desagrado ou raiva (2ª parte).
4.5.12.4.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.12.4.2. Treinamento específico na dimensão 3: Expressão assertiva de incômodo, desagrado ou raiva (2ª parte).
4.5.12.5. Tarefas para casa.

4.5.13. Sessão 14..Treinamento na dimensão 4: Ficar em evidência/Fazer papel ridículo (1ª parte).

4.5.13.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.13.2. Repassar os valores para a vida e objetivos.
4.5.13.3. Dimensão 4: Ficar em evidência/ Fazer papel ridículo.
4.5.13.3.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.13.3.2. Treinamento específico na dimensão 4: Ficar em evidência/Fazer papel ridículo (1ª parte).
4.5.13.4. Treinamento em desvinculação dos pensamentos: o pensamento em câmera lenta.
4.5.13.5. Treinamento em aceitação das sensações corporais típicas das situações de fazer papel ridículo.
4.5.13.6. Tarefas para casa.

4.5.14. Sessão 15. Treinamento na dimensão 4: Ficar em evidência/Fazer papel ridículo (2ª parte).

4.5.14.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.14.2. Treinamento específico na dimensão 4: Ficar em evidência/Fazer papel ridículo (2ª parte).
4.5.14.2.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.14.3. Treinamento em desvinculação dos pensamentos: a grande tela.
4.5.14.4. Treinamento em aceitação das sensações corporais típicas das situações de fazer papel ridículo com desvinculação dos pensamentos.
4.5.14.5. Tarefas para casa.

4.5.15. Sessão 16. Treinamento na dimensão 5: Falar em público/Interação com pessoas em posição de autoridade (1ª parte).

4.5.15.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.15.2. Dimensão 5: Falar em público/Interação com pessoas em posição de autoridade.
4.5.15.2.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.15.2.2. Treinamento específico na dimensão 5: Falar em público/Interação com pessoas em posição de autoridade (1ª parte).
4.5.15.3. Treinamento em desvinculação dos pensamentos.
4.5.15.4. Prática de valores, atenção plena e desvinculação de pensamentos.
4.5.15.5. Tarefas para casa.

4.5.16. Sessão 17. Treinamento na dimensão 5: Falar em público/Interação com pessoas em posição de autoridade (2ª parte).

4.5.16.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.16.2. Prática em valores, desvinculação, ação oposta e atenção plena.
4.5.16.3. Dimensão 5: Falar em público/Interação com pessoas em posição de autoridade (2ª parte).
4.5.16.3.1. Classes de resposta a trabalhar.
4.5.16.3.2. Treinamento específico na dimensão 5: Falar em público/Interação com pessoas em posição de autoridade (2ª parte).
4.5.16.4. Tarefas para casa.

4.5.17. Sessão 18. Avaliação pós-tratamento em grupo.

4.5.17.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.17.2. Avaliação pós-tratamento (1ª parte).
4.5.17.2.1. Revisão dos progressos pessoais.
4.5.17.2.2. Entrega dos questionários para a avaliação pós-tratamento.
4.5.17.2.3. Agendamento da entrevista ECSAS.
4.5.17.3. Planejamento do trabalho pessoal para os próximos três meses e da sessão de apoio.
4.5.17.3.1. Estabelecimento de objetivos a curto e longo prazo.
4.5.17.3.2. Agendamento da sessão de apoio aos três meses.
4.5.17.4. Avaliação do programa IMAS.
4.5.17.5. Tarefas para casa.

4.5.18. Sessão 19. Avaliação pós-tratamento individual.

4.5.18.1. Avaliação pós-tratamento (2ª parte).
4.5.18.1.1. Realização da "Entrevista clínica semiestruturada para a ansiedade social" (ECSAS).
4.5.18.2. Tarefas para casa.

4.5.19. Sessão 20. Sessão de apoio aos três meses.

4.5.19.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.19.2. Revisão e reforço das habilidades aprendidas.
4.5.19.3. Preparação da sessão de follow-up aos seis meses.
4.5.19.3.1. Planejamento de exercícios para repassar os êxitos e as dificuldades na sessão de follow-up (seis meses depois do término do programa).
4.5.19.3.2. Agendamento da sessão de avaliação aos seis meses.
4.5.19.3.3. Entrega dos questionários para preencher em casa.
4.5.19.3.4. Êxitos e dificuldades depois de seis meses do término do programa IMAS (preencher antes da sessão).
4.5.19.4. Tarefas para casa.

4.5.20. Sessão 21. Follow-up aos seis meses.

4.5.20.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.20.2. Avaliação do follow-up aos seis meses.
4.5.20.2.1. Revisão da aprendizagem obtida e das dificuldades que permanecem.
4.5.20.2.2. Recolher os questionários do follow-up aos seis meses.
4.5.20.3. Preparação da sessão de follow-up aos 12 meses.
4.5.20.3.1. Agendamento da sessão de follow-up aos 12 meses.
4.5.20.3.2. Entrega dos questionários para preencher em casa.
4.5.20.4. Tarefas para casa.

4.5.21. Sessão 22. Follow-up aos 12 meses.

4.5.21.1. Repassar as tarefas para casa.
4.5.21.2. Avaliação do follow-up aos 12 meses.
4.5.21.2.1. Revisão da aprendizagem obtida e das dificuldades que permanecem.
4.5.21.2.2. Recolher os questionários do follow-up aos 12 meses.
4.5.21.3. Despedida e conclusão do grupo terapêutico.

Anexos.

Referências.


AUTORES


Vicente E. Caballo. Doutor em Psicologia pela Universidade Autônoma de Madri e Catedrático de Psicopatologia na Universidade de Granada (Espanha). Fundador e Diretor da revista Behavioral Psychology/Psicologia Conductual, da Associação Psicológica Ibero-Americana de Clínica e Saúde (APICSA), do grupo de pesquisa Avanços na Psicopatologia e Terapia do Comportamento (APYTEC) e do Departamento de Pesquisa do Centro de Psicologia Clínica FUNVECA em Granada.

Isabel C. Salazar. Doutora em Psicologia e Professora na Universidade de Granada. Psicóloga Clínica no Centro de Psicologia Clínica FUNVECA (Granada). Diretora Associada da revista Behavioral Psychology/Psicologia Conductual. Autora e organizadora de diferentes livros, como Manual de psicopatologia e transtornos psicológicos e Ingênuos: o engano das terapias alternativas.

Laura Garrido. Psicóloga com uma grande experiência na área da Psicologia Clínica, além do trabalho como docente e pesquisadora. Especialista nos tópicos de treinamento em habilidades sociais, comunicação, burnout e prevenção e tratamento da violência no trabalho. Trabalha na prática privada.

María J. Irurtia. Doutora em Psicologia e Professora na Universidade de Valladolid (Espanha). Especialista em Psicologia Clínica com ampla experiência nos âmbitos público e privado. Participa também em reconhecidos Grupos de Pesquisa, com os temas: ansiedade social, habilidades sociais, medos e fobias, transtornos de controle de impulsos, bullying escolar e laboral, saúde ocupacional e qualidade de vida.

Stefan G. Hofmann. Ph.D. Professor de Psicologia no Departamento de Psicologia da Universidade de Boston, onde é Diretor do Laboratório de Pesquisa em Psicoterapia e Emoção. Editor-chefe da Cognitive Therapy and Research, e o Editor Associado do Journal of Consulting and Clinical Psychology. Tem recebido numerosos e importantes prêmios por seu trabalho na Psicologia.

DADOS TÉCNICOS


Páginas: 550
Ano: 2021
ISBN: 978-85-9501-143-4
Acabamento: capa dura

_Veja também_

Saiba antes de promoções e lançamentos

8º Turma: Especialização em Avaliação Psicológica - Transmissão ao Vivo

de 26/01/2021 até 22/03/2022 - Online

Ler mais Outros Eventos

51 3066.3690

Horário de atendimento:
De Seg a Sex das 8h30 às 18h,
sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

copyright © 2020 Sinopsys Editora. Todos os direitos reservados