Aprenda as melhores práticas da psicoeducação em TCC - Sinopsys Editora

0

Aprenda as melhores práticas da psicoeducação em TCC

14 de Junho de 2019

Hoje queremos conversar sobre a relação entre a TCC e a psicoeducação. Você já deve saber, mas não custa lembrar: enquanto abordagem psicoterapeuta, a Terapia Cognitivo-Comportamental ajuda os pacientes a aprenderem novos padrões de pensamentos e comportamentos.  

Ao ser usada em um tratamento, ela opera de forma colaborativa e psicoeducativa, pois o terapeuta se dedica a desenvolver estratégias de aprendizagem para ensinar aos pacientes habilidades (Kendall e Bemis, 1983; citado por Carvalho, Malagris e Rangé, 2018) como: 

  • monitorar pensamentos automáticos;  
  • reconhecer as relações entre cognições, pensamentos e comportamento;  
  • testar a validade dos pensamentos automáticos; 
  • modificar pensamentos distorcidos para torná-los mais realistas; 
  • identificar e alterar crenças ou esquemas que predispõem o indivíduo a engajar-se padrões destorcidos de avaliações. 

Quanto mais uma pessoa tem informações sobre suas condições de saúde, sejam a física ou a mental, de seu funcionamento - cognitivo, emocional e comportamental - e sobre a forma como seu tratamento pode ser conduzido, mais apta ela estará para participar do processo de mudança. 

Neste contexto temos a psicoeducação, que se baseia no "ensino de princípios e conhecimentos psicológicos relevantes" (Dobson; Dobson, 2010, p.71) e parte do princípio de Beck (1997) de que com a TCC é possível capacitar o paciente para ele ser o próprio terapeuta.

As pessoas veem os resultados do tratamento quando entendem seu funcionamento, aprendem a resolver problemas e a desenvolver um repertório de estratégias, as quais podem ser aplicadas por eles mesmos. A orientação terapêutica funciona como uma intervenção e pode interferir no sucesso do tratamento, aumentar a confiança do paciente na abordagem e ampliar a sua motivação.

Carvalho, Malagris e Rangé (2018) comentam que, ao adotar a psicoeducação em TCC, o terapeuta deve esclarecer ao paciente o modelo cognitivo e o processo terapêutico como um todo. Retomando Beck (1997), os pesquisadores frisam a necessidade de ensinar as peculiaridades sobre o possível diagnóstico, um o problema ou dificuldade que apresente, assim como orientar o paciente continuar usando o aprendizado adquirido na terapia, mesmo após o término, de forma a reduzir o risco de recaída (Wright et al, 2008).

A psicoeducação torna o processo de psicoterapia mais transparente, pois os pacientes têm a oportunidade de se familiarizar com o processo psicoterápico e de criar confiança no terapeuta e no plano de tratamento antes de iniciar as atividades práticas. Dobson e Dobson (2010) afirmam que esse conhecimento pode aumentar a sensação de controle sobre os problemas e dar apoio à mudança cognitiva e ao aprendizado das estratégias que serão usadas para lidar com as dificuldades.

Entender as dificuldades e as formas de tratamento também torna mais provável a aceitação e o uso das recomendações dadas pelo terapeuta. Os pacientes podem se sentir validados e esperançosos ao saberem que seus problemas são estudados por profissionais e que podem não ser tão incomuns quando ele imaginava e que são passíveis de melhora. (Wright et al, 2008; Dobson; Dobson, 2010)

Quer aprender as melhores práticas da psicoeduação em TCC?

Mais do que os principais conceitos da psicoeducação e sua relação com a TCC, o livro Psicoeducação em Terapia Cognitivo-Comportamental (org. Marcele R. de Carvalho, Lucia E. Novaes Malagris e Bernard P. Rangé) apresenta uma série de boas práticas clínicas em três grandes contextos: transtornos psicológicos segundo o DSM-5; condições de saúde; e outras dificuldades comuns tratadas com psicoterapia.

Outras do Blog

Tags

Psicologia, Psicoeducação, Terapia Cognitivo-Comportamental

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Evento Sergipano sobre TDAH

de 24/02/2024 até 24/02/2024 - Hotel Arcus - Aracaju

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69