Sinopsys Editora - Diretrizes para o uso do livro "Diferenças Reconciliáveis" durante a terapia de casal com IBCT
51 3066.3690 Horário de atendimento: De Seg a Sex das 8h30 às 18h, sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

Produtos

Diretrizes para o uso do livro `Diferenças Reconciliáveis` durante a terapia de casal com IBCT

10 de Fevereiro de 2020

por Mara Lins - Psicóloga (CRP 07/05966).
Mestre em Psicologia; Especialista em Terapia de Casal e Família; 
cursando Doutorado em Psicologia Clínica sobre IBCT (UNISINOS).


"Diferenças Reconciliáveis: reconstruindo seu relacionamento ao redescobrir o parceiro que você ama, sem se perder" é um livro elaborado pelos autores da Terapia Comportamental Integrativa de Casal (Integrative Behavioral Couple Therapy - IBCT), Neil Jacobson, Andrew Christensen e Brian Doss, para ser utilizado como uma forma de psicoeducação sobre relações conjugais, além de ser uma espécie de autoajuda para os casais melhorarem seus relacionamentos. Escrito nesta perspectiva, pode ser lido como um guia "independente" para casais, visto que, além da leitura que propõe refletir sobre a relação, tem atividades para o casal realizar. Pode, ainda, ser lido durante a participação na terapia de casal na abordagem da IBCT. 

A segunda edição deste livro foi traduzida para o português em 2018, e propõe ao leitor que a) selecione um ou dois problemas principais nos quais se concentrar, em vez de discutir sobre problemas em geral; b) responda a uma variedade de questionários baseados em evidências que o próprio leitor pode concluir, pontuar e se avaliar; c) realize a conceitualização do DEEP por meio de uma análise profunda dos principais problemas selecionados e d) tenha uma visão mais inclusiva, visto que inclui exemplos de casais de gays e lésbicas.

Como um guia geral para incluir "Diferenças Reconciliáveis" na terapia de casal, o terapeuta apresenta o livro já na primeira sessão e observa se o casal tem interesse em lê-lo durante a terapia de casal. A postura é de incentivar o casal a ler o livro, mas não o tornar um requisito para o processo terapêutico. Também é possível que um dos parceiros leia o livro enquanto que o outro escolha não ler. Finalmente, há a possibilidade de que os parceiros leiam parte do livro, mas não todo. No entanto, não se quer que o livro seja uma fonte de conflito entre o terapeuta e o casal (por exemplo: `por que você não está lendo o livro?’) ou entre os parceiros (por exemplo: `estou lendo, mas ele não está’).

Momento da leitura:

Para facilitar o trabalho na terapia, os casais devem ler, idealmente, os seguintes capítulos durante as seguintes fases da terapia:
- as partes 1 e 2 (capítulos 1-6) ajudam o leitor a conceituar seus problemas por meio das lentes dos conceitos DEEP (Diferenças - vulnerabilidades Emocionais - fatores Estressores - Padrão de interação). Portanto, esses capítulos devem ser lidos durante a fase de avaliação anterior à sessão de feedback (são três sessões para avaliar o caso e a quarta sessão é de devolução da avaliação e contrato terapêutico).
- a parte 3 (capítulos 7 a 10) ajuda o leitor a entender a aceitação por meio da união empática e do distanciamento unificado (principais técnicas da IBCT). Assim, esses capítulos devem ser lidos durante a primeira parte da fase ativa da terapia (por exemplo, sessões 5 a 10).
- a parte 4 (capítulos 11 a 14) ajuda o leitor a entender a mudança deliberada, tanto a mudança de si quanto a mudança do parceiro. Assim, esses capítulos devem ser lidos durante a segunda parte da fase ativa da terapia (por exemplo, sessões 10 a 15).
- a parte 5 (capítulos 15 a 16) enfoca os problemas especiais, tais como infidelidade, abuso de substâncias e violência por parceiro íntimo, bem como questões de problemas individuais de saúde mental que podem exigir encaminhamento específico. Portanto, esses capítulos devem ser atribuídos apenas conforme a necessidade de cada caso.

Por fim, o livro é mais um recurso para auxiliar o casal a compreender sua relação, a identificar o que se pode e o que não se pode mudar em si e no outro, a aceitar as necessidades emocionais de cada um e realizar escolhas de atitudes que os levem a uma maior intimidade.

 

REFERÊNCIA: 
Christensen, A., Doss, B. D., & Jacobson, N. S. Diferenças Reconciliáveis: reconstruindo seu relacionamento ao redescobrir o parceiro que você ama, sem se perder (2a ed.; M.R.S.W. Lins & M. Rozman, Trads.). RS: Sinopsys, 2018.

Texto publicado originalmente aqui.
Outras do Blog

Tags

Diferenças Reconciliáveis, IBCT, psicologia, terapia de casal

Mais

Vistos

Saiba antes de promoções e lançamentos

CURSO ONLINE DE MINDFULNESS

de 05/03/2020 até 23/04/2020 - Online

Ler mais Outros Eventos

51 3066.3690

Horário de atendimento:
De Seg a Sex das 8h30 às 18h,
sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

copyright © 2019 Sinopsys Editora. Todos os direitos reservados Fradde Comunicação