Sinopsys Editora - Estudo avalia a epidemiologia dos transtornos da personalidade na população da Grande São Paulo
51 3066.3690 Horário de atendimento: De Seg a Sex das 8h30 às 18h, sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

Produtos

Estudo avalia a epidemiologia dos transtornos da personalidade na população da Grande São Paulo

07 de Maio de 2018

Recente estudo realizado pelo Núcleo de Epidemiologia Psiquiátrica da USP, em parceria com a Universidade de Harvard e a OMS, avaliou que 6,8% dos moradores da Grande São Paulo apresentam algum transtorno de personalidade. Os pesquisadores também detectaram uma associação entre exposição crônica a violência urbana e a ocorrência de transtornos da personalidade dos grupos "instável" e "ansioso".


Esse é um conjunto de transtornos psiquiátricos que geralmente se inicia na adolescência ou nos primeiros anos da vida adulta e se caracteriza por um padrão crônico de alterações emocionais e da forma de perceber e interpretar a si mesmo, outras pessoas e eventos. Além disso, os portadores de transtornos da personalidade apresentam problemas marcantes nos relacionamentos e dificuldades no controle de impulsos. 

O estudo apontou que o grupo mais frequente de transtornos da personalidade é o C, que atinge 4,6% da população da Grande São Paulo. São pessoas descritas, em geral, como ansiosas, com medo de se relacionar com os outros, alguns são muito dependentes de outras pessoas na hora de tomar decisões ou realizar tarefas importantes, enquanto alguns são muito perfeccionistas e cobram-se em excesso. Nesse grupo estão incluídos os transtornos da personalidade evitativa, dependente e obsessivo-compulsiva.

Em segundo lugar, vêm os transtornos do grupo A, que acometem 4,3% da população da Grande São Paulo. Essas pessoas são frequentemente tidas como muito desconfiadas, podendo até mesmo parecer "estranhas" ou excêntricas. O grupo A inclui os transtornos da personalidade paranoide, esquizoide e esquizotípica. Já a prevalência dos transtorno do grupo B é de 2,7%. As suas principais características são dificuldades emocionais marcantes, impulsividade, um estilo de vida errático e instável, e envolve os transtornos da personalidade antissocial, borderline, histriônica e narcisista.


Análise dos resultados 

O psiquiatra Geilson Santana, Doutor em Ciências pela Faculdade de Medicina da USP e um dos autores do estudo, afirma que a falta de tratamento dos transtornos mentais na Grande São Paulo é uma realidade, e o estudo constatou que isso acontece especialmente entre os portadores de transtornos da personalidade. Segundo ele, "os transtornos da personalidade são frequentes na nossa população e resultam em sofrimento marcante para o paciente e seus familiares. Além disso, estão diretamente associados a prejuízos funcionais e incapacitação, mesmo quando descontados os efeitos de outros transtornos mentais. Apesar de serem problemas de saúde frequentes e incapacitantes, a grande maioria dessas pessoas não recebe qualquer tratamento".

A maior parte das pesquisas sobre transtornos da personalidade é realizada em países desenvolvidos, e o modo como afetam a população de regiões em desenvolvimento ainda não está bem esclarecido. "Os resultados do estudo podem auxiliar no planejamento de políticas e serviços de saúde voltados para esse contingente da nossa população que se encontra  desassistido e sofrendo em silêncio", frisa Santana.

O estudo São Paulo Megacity foi financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). O desenvolvimento dos instrumentos de pesquisa foi financiado pelo Fundo de Apoio à Ciência e Tecnologia do Município de Vitória, Espírito Santo (FACITEC). O subprojeto sobre violência e trauma foi financiado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. Geilson Lima Santana recebeu bolsa de estudos e financiamento CAPES-PROEX (MEC) para apresentar esse trabalho em simpósios internacionais.
Outras do Blog

Tags

estudo, pesquisa, transtornos da personalidade, transtornos psiquiátricos, USP

Mais

Vistos

Saiba antes de promoções e lançamentos

XII Congresso Brasileiro da Sociedade de Psicologia Hospitalar

de 05/08/2019 até 07/08/2019 - Fiesta Bahia Hotel Salvador

Ler mais Outros Eventos

51 3066.3690

Horário de atendimento:
De Seg a Sex das 8h30 às 18h,
sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

copyright © 2015 Sinopsys Editora. Todos os direitos reservados Fradde Comunicação