Medicamentos para diabetes reduzem o risco de demência - Sinopsys Editora

0

Medicamentos para diabetes reduzem o risco de demência

08 de Setembro de 2015

Os pacientes com diabetes tipo 2 possuem um metabolismo para o açúcar disfuncional porque o hormônio essencial - a insulina - não funciona de forma eficaz. Uma vez que a doença atinge uma fase avançada, o organismo deixa de produzir insulina por completo, o que significa que tem de ser administrada externamente. Diabetes tipo 2 ocorre mais comumente na idade adulta tardia, e tem sido desde há muito conhecida pelo efeito na saúde mental do paciente: os portadores têm um maior risco de desenvolver demência do que os não-diabéticos. No entanto, como o medicamento antidiabético influencia neste risco? O neurologista Michael Heneka e os demógrafos Anne Fink e Gabriele Doblhammer investigaram essa questão. O seu trabalho baseia-se em dados dos anos 2004-2010, fornecidos pela empresa de seguro de saúde pública alemã AOK. O conjunto de dados compreende informações sobre doenças e medicamentos que afetaram mais de 145.000 homens e mulheres com idade entre 60 anos ou mais.

O tratamento a longo prazo na redução do risco de demência
A análise confirmou os resultados anteriores de que os diabéticos têm um risco aumentado de desenvolver demência. No entanto, constatou-se igualmente que este risco pode ser significativamente alterado por Cloridrato de Pioglitazona. Esta droga é feita em comprimidos. É aplicada no curto prazo, bem como no tratamento de longo prazo de diabetes, enquanto o corpo ainda é capaz de produzir a sua própria insulina.
"O tratamento com Pioglitazona mostrou um benefício colateral notável. Ele foi capaz de diminuir significativamente o risco de demência", diz Doblhammer. "Quanto maior for o tratamento, menor é o risco." A redução do risco foi mais perceptível quando a droga foi administrada durante pelo menos dois anos. Diabéticos neste tratamento desenvolveram demência com menos frequência do que os não-diabéticos. Disse Doblhammer: "O risco de desenvolvimento de demência foi de cerca de 47 por cento mais baixo do que em não-diabéticos."

Metformina - uma outra droga antidiabética frequentemente prescrita - também reduziu o risco de desenvolver demência. No entanto, o efeito foi mais baixo do que o da Pioglitazona.
Proteção contra os danos das células nervosas
A Pioglitazona melhora o efeito da insulina produzida pelo próprio corpo. Além disso, os testes laboratoriais já indicaram há muito tempo que ela também protege as células nervosas. Os resultados atuais não são, portanto, nenhuma surpresa para o neurocientista Michael Heneka. "A Pioglitazona é um medicamento anti-inflamatório que também inibe a deposição de proteínas nocivas no cérebro", diz ele.

No entanto, Heneka sublinha que os mecanismos exatos ainda não são compreendidos: "Nosso estudo sugere que a Pioglitazona tem um efeito preventivo. Isso acontece quando a droga é consumida antes que os sintomas de demência se manifestem. Assim, ela protege em particular contra a doença de Alzheimer, a forma mais comum de demência. As causas para isso, se a Pioglitazona só possui esse efeito protetivo em diabéticos ou se seria possível também administrar em não-diabéticos, todas estas questões ainda precisam ser respondidas. O próximo passo lógico seria, portanto, estudos clínicos. Estes estudos iriam se propor a investigar especificamente o efeito da Pioglitazona e outros antidiabéticos sobre a demência."

FONTE: DZNE - Centro Alemão de Doenças Neurodegenerativas. (2015, 23 de junho). Diabetes medication reduces dementia risk: Analysis of health insurance data suggests preventive effect. Science Daily . Acessado 26 de junho de 2015 a partir de www.sciencedaily.com/releases/2015/06/150623114008.htm

Outras do Blog

Tags

Diabete, Demência, Terapia Cognitivo-Comportamental

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Minicurso Introdução à terapia do esquema

de 16/02/2024 até 24/02/2024 - Rua João de Almeida, 735 - Estoril, BH - MG

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69