Militares possuem maior incidência de experiências adversas na infância, diz estudo. - Sinopsys Editora

0

Militares possuem maior incidência de experiências adversas na infância, diz estudo

12 de Janeiro de 2016

Homens e mulheres que serviram nas forças armadas têm uma maior prevalência de eventos adversos na infância (ACEs em inglês), sugerindo que o alistamento pode ser uma maneira de escapar da adversidade, para alguns. A prevalência de ACEs entre membros militares e veteranos é em grande parte desconhecida. ACEs podem resultar em graves consequências à saúde de adultos, tais como estresse pós-traumático, uso de drogas e tentativa de suicídio.

Autores compararam a prevalência de ACEs entre indivíduos com e sem história do serviço militar utilizando dados de um sistema de vigilância de comportamentos de risco, juntamente com entrevistas por telefone, para uma amostra analítica de mais de 60.000 pessoas. ACEs em 11 categorias foram examinados, incluindo viver com alguém que está mentalmente doente, alcoolistas ou encarcerados, bem como testemunhar a violência do parceiro, por vivência de abuso físico ou sexual. Os autores consideraram o serviço militar durante a era de voluntários (desde 1973).

Na amostra, 12,7% dos indivíduos relataram o serviço militar, que era mais comum entre os homens (24%) do que mulheres (2%). Os homens com serviço militar tiveram uma maior prevalência de ACEs em todas as 11 categorias do que os homens sem o serviço militar. Por exemplo, homens com uma história de serviço militar tinham o dobro da prevalência de todas as formas de abuso sexual do que seus pares do sexo masculino não-militares: ser tocado sexualmente (11% versus 4,8%), sendo forçado a tocar em outro sexualmente (9,6% vs. 4,2%) e sendo forçado a ter relações sexuais (3,7% versus 1,6%). Durante o período de voluntariado, a única diferença entre os homens foi o uso de drogas em casa: homens com serviço militar tiveram uma prevalência mais baixa do que os homens sem o serviço militar.

Menos diferenças de ACEs foram encontradas entre mulheres com e sem serviço militar do que entre os homens. Mulheres com histórico de serviço militar em ambas as épocas tiveram padrões similares de probabilidades para abuso físico, abuso de álcool, exposição à violência doméstica e abuso emocional em comparação com as mulheres que não participaram das forças armadas. As mulheres que serviram nas forças armadas durante a era de voluntários também foram mais propensas a relatar serem tocadas sexualmente.
"Mais pesquisas são necessárias para entender a melhor forma de apoiar os membros de serviço e veteranos que podem ter experimentado ACEs", escreveram os pesquisadores.

FONTE: JAMA. (2014, 23 de julho). Greater odds of adverse childhood experiences in those with military service, study finds. Science Daily. Acessado 2 de setembro de 2015 a partir de www.sciencedaily.com/releases/ 2014/07/140723162044.htm

Outras do Blog

Tags

Serviço militar, Experiências na infância, Terapia cognitivo-comportamental

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Evento Sergipano sobre TDAH

de 24/02/2024 até 24/02/2024 - Hotel Arcus - Aracaju

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69