Os homens tendem a ser mais narcisistas do que as mulheres, diz estudo. - Sinopsys Editora

0

Os homens tendem a ser mais narcisistas do que as mulheres, diz estudo

10 de Novembro de 2015

Analisando três décadas de dados de mais de 475 mil participantes, um novo estudo sobre o narcisismo da Escola de Administração da Universidade de Buffalo (UB) revela que homens, em média, são mais narcisistas que as mulheres. A ser publicado na revista Psychological Bulletin, o estudo compilou 31 anos de pesquisas sobre narcisismo e descobriu que os homens pontuaram consistentemente mais no narcisismo em múltiplas gerações e independentemente da idade.
"O narcisismo está associado a várias disfunções interpessoais, incluindo uma incapacidade de manter relacionamentos saudáveis a longo prazo, o comportamento antiético e a agressão", diz a principal autora, Emily Grijalva, PhD, professora assistente de organização e recursos humanos na UB. "Ao mesmo tempo, o narcisismo acelera a autoestima, estabilidade emocional e a tendência a emergir como liderança. Ao examinar as diferenças de gênero em narcisismo, pode ser possível explicar as disparidades de gênero nestes importantes resultados."

Os pesquisadores examinaram 355 artigos de periódicos, dissertações, manuscritos e manuais técnicos e estudaram as diferenças de gênero nos três aspectos do narcisismo: liderança/autoridade, grandiosidade/exibicionismo e exigência de direitos especiais. Eles descobriram que a maior diferença em termos de gênero está no âmbito de direitos especiais, sugerindo que os homens são mais propensos que as mulheres a explorar os outros e a se sentirem com direito a certos privilégios.

A segunda maior diferença foi na liderança/autoridade. "Em comparação com as mulheres, os homens apresentam mais assertividade e desejo de poder", diz Grijalva. "Mas não houve diferença no aspecto exibicionismo, ou seja, ambos os sexos são igualmente propensos a apresentar vaidade ou autoabsorção."
Além disso, o estudo analisou dados de estudantes universitários entre 1990 e 2013 e não encontrou nenhuma evidência de que um ou outro gênero tornou-se mais narcisista ao longo do tempo. A pesquisa mostrou que as diferenças de personalidade, como narcisismo, podem surgir a partir de estereótipos de gênero e expectativas que foram enraizados ao longo do tempo. Os autores especulam que a persistente falta de mulheres em cargos de liderança pode parcialmente decorrer da disparidade entre os estereótipos de feminilidade e liderança.

"As pessoas tendem a observar e aprender os papéis de gênero a partir de uma idade jovem, e podem sofrer consequências ao desviar das expectativas da sociedade", diz Grijalva. "Em particular, as mulheres muitas vezes recebem duras críticas por serem agressivas ou autoritárias, o que cria uma pressão para as mulheres, mais do que para os homens, para suprimir manifestações de comportamento narcisista."
Futuras pesquisas poderiam investigar mais profundamente os fatores sociais, culturais ou biológicos que contribuem para essas diferenças de gênero.

FONTE: Universidade de Buffalo. (2015, 04 de março). Men tend to be more narcissistic than women, study finds. Science Daily. Acessado 20 de julho de 2015 a partir de www.sciencedaily.com/releases/2015/03/150304104040.htm


Outras do Blog

Tags

Narcisismo, Estabilidade emocional, Terapia Cognitivo-Comportamental

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Evento Sergipano sobre TDAH

de 24/02/2024 até 24/02/2024 - Hotel Arcus - Aracaju

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69