Sinopsys Editora - Setembro Amarelo: vamos conversar sobre prevenção ao suicídio?
51 3066.3690 Horário de atendimento: De Seg a Sex das 8h30 às 18h, sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

Produtos

Setembro Amarelo: vamos conversar sobre prevenção ao suicídio?

03 de Setembro de 2019

Hoje pedimos licença para começar com alguns números:

- todo ano, cerca de 800 mil pessoas se suicidam no mundo;
- no Brasil, são registrados cerca de 30 casos por dia;
- 96,8% dos casos estão relacionados a transtornos mentais, destacando-se depressão, transtorno bipolar e abuso de substâncias;
- cada morte por suicídio afeta a vida de cerca de 50 pessoas;
- 9 em cada 10 casos poderiam ser evitados através de estratégias de prevenção.

Como estamos no mês de setembro, queremos conversar um pouco sobre prevenção ao suicídio. Promovida pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) e CFM (Conselho Federal de Medicina), a campanha Setembro Amarelo tem o objetivo de prevenir e reduzir estes números.

O suicídio é um assunto complexo, pois ninguém se mata por um único motivo, mas a prevenção é possível e algumas ações podem ser feitas por todas as pessoas. Permitir que as pessoas desabafem e falem sobre seus sentimentos sem receber críticas é um meio de evitar que se pense na morte como solução para as dores. A morte em si já é um tabu. Morte por suicídio costuma ser ainda mais, pois toca em questões de escolhas, crenças e barreiras sociais. Nesse sentido, muitas vezes há pouco debate e divulgação. (fonte: CVV)

Oficialmente, 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio; entretanto, a mobilização do Setembro Amarelo acontece durante todo o mês, o que só demonstra o quanto é importante conversar sobre o suicídio, desmitificando a cultura e o tabu em torno do tema.

Coordenador nacional da Campanha e presidente da Associação Psiquiátrica da América Latina (APAL), Dr. Antônio Geraldo da Silva afirma que prevenir o suicídio é falar corretamente sobre o tratamento dos transtornos psiquiátricos:

"Em 2019, trabalhamos com o conceito de que combater o estigma é salvar vidas. Tendo em vista a relação entre o óbito por suicídio e a presença de transtornos psiquiátricos, não podemos ignorar esta informação. O acompanhamento correto da doença mental de base é o primeiro passo para cessar a ideação e o comportamento suicida, que desaparece por completo após o tratamento adequado e multiprofissional."

Ele também destaca que o papel da sociedade é fundamental para que a Campanha e suas mensagens cheguem ao maior número de pessoas possível, incluindo ações efetivas de orientação sobre o risco, fatores de proteção e também na emergência do suicídio.

Baixe a cartilha "Suicídio: Informando para prevenir"


Como estamos falando sobre prevenção de suicídio, queremos indicar o livro VIDAA: 5 passos para vencer mais um dia, escrito pelas psicólogas Victória Duarte e Monique Tassinari. 


A obra aborda alternativas de enfrentamento que minimizam o sofrimento de quem pensa em cometer suicídio,  bem como auxilia pessoas que estão passando por alguma dor. Usando uma linguagem acessível e direta, mas sem deixar de lado a sensibilidade, as autoras trabalham o tema e através de estratégias com enfoque preventivo e promotor da saúde mental.

VIDAA é um acrônico que remete a 5 passos que as pessoas podem seguir para tentar mais uma vez e, assim, vencer mais um dia. São eles:

Veja quando você precisa de ajuda; 

Imagine motivos para viver e para não morrer; 

Distraia-se sozinho ou com outras pessoas; 

Ampare-se e busque amparo e 

Abrace-se, você venceu!


Confira todos os detalhes aqui!


Outras do Blog

Tags

Psicologia, Setembro Amarelo, Suicídio, Transtornos Mentais

Mais

Vistos

Saiba antes de promoções e lançamentos

Curso de Mindfulness para Regulação Emocional e Qualidade de Vida

de 05/09/2019 até 24/10/2019 - CEFI - Porto Alegre/RS

Ler mais Outros Eventos

51 3066.3690

Horário de atendimento:
De Seg a Sex das 8h30 às 18h,
sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

copyright © 2019 Sinopsys Editora. Todos os direitos reservados Fradde Comunicação