Transtornos do Exagero: o que são e como identificá-los? - Sinopsys Editora

0
Transtornos do Exagero: o que são e como identificá-los?

Transtornos do Exagero: o que são e como identificá-los?

26 de Maio de 2021

Transtornos do Exagero englobam uma série de patologias que, embora não apareça na mesma categoria nos manuais de diagnóstico, tem o comportamento `exagerado’ do indivíduo como ponto em comum. O termo criado pela psicóloga Renata Brasil Araujo aparece em seu livro `Guia de Terapias Cognitivo-Comportamentais para os Transtornos do Exagero’.

Um exemplo bastante conhecido é o alcoolismo, em que a pessoa acometida não consegue controlar a ingestão de álcool. Situação semelhante dos que sofrem com o consumo descontrolado de substâncias químicas. Menos falado dos Transtornos de Exagero nas grandes rodas, mas igualmente perigoso, é o jogo patológico. Nele, é identificada a tentativa constante de ganhar sem que a pessoa leve em consideração o risco de perder.

Sentimento parecido toma o indivíduo que tem a urgência de comprar compulsivamente sem se importar com o saldo de sua conta bancária ou aquele que não tem controle sobre o alimento que ingere, o fazendo mesmo sem estar com fome. A necessidade e o uso sem limites da internet ou das demais tecnologias são outros casos que, para alguns, vêm chegando no patamar da dependência.

Esses comportamentos adictivos de quem sofre de Transtornos do Exagero são compostos por hábitos hiperaprendidos e mal-adaptativos seguidos por uma gratificação imediata. Ou seja, ações que são repetidas inúmeras vezes ao longo da vida a ponto de serem quase automáticas e que não se adaptam ao bem-estar físico, mental e/ou social, mas levam a uma resposta imediata de compensação. O que reforça a repetição.

Essa gratificação, no entanto, traz junto consequências negativas retardadas, entre elas, perda financeira, desaprovação social, desconforto ou até mesmo doença. Além de envolverem a presença da angústia ou ansiedade na ausência do ato, os comportamentos adictivos podem acarretar um afastamento do indivíduo de familiares, no trabalho, na vida afetiva, por ocuparem um espaço muito grande em sua vida.

Com caráter compulsivo e repetitivo, os Transtornos do Exagero ainda geram esforços fracassados no sentido de reduzir, controlar ou até mesmo eliminar o comportamento adictivo não adaptativo. Podendo, inclusive, desencadear sintomas físicos causados pela abstinência, como tremores, sudorese e taquicardia.

TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL

É inegável que os Transtornos do Exagero prejudicam a vida do indivíduo acometido em todos os aspectos. A boa notícia é que o comportamento adictivo mal-adaptativo pode ser modificado por meio da TCC (Terapia Cognitivo-Comportamental). Sua premissa é de que as interpretações que a pessoa tem dos fatos, e não os fatos em si, geram o sofrimento.

Desse modo, ela tem como objetivo auxiliar a pessoa a enxergar melhor a realidade e, a partir disso, buscar alternativas para resolver seus problemas. Com uma abordagem estruturada, diretiva, ativa, psicoeducativa e de prazo limitado, a TCC prevê a realização de entrevistas iniciais no acometido dos Transtornos do Exagero. Por meio delas, serão investigadas as possíveis existências de psicopatologias associadas aos comportamentos adictivos.
Outras do Blog

Tags

Transtornos do Exagero, Exagero, Terapia Cognitivo-Comportamental, TCC

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Evento Sergipano sobre TDAH

de 24/02/2024 até 24/02/2024 - Hotel Arcus - Aracaju

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69