Treinamento de pais na TCC: principais indicações - Sinopsys Editora
51 3066.3690 Horário de atendimento: De Seg a Sex das 8h30 às 18h, sem fechar ao meio-dia (Exceto em feriados).
Olá, Faça seu login

Informe seu e-mail para que uma nova senha seja enviada

Voltar
0
Carrinho
Produtos

0
Treinamento de pais na TCC: principais indicações

Treinamento de pais na TCC: principais indicações

19 de Janeiro de 2022

O treinamento de pais (TP) é uma estratégia da terapia cognitivo-comportamental (TCC) que tem se mostrado efetiva para diversos transtornos psicológicos infantojuvenis, assim como para uma ampla gama de dificuldades de relacionamento familiar.

Durante a prática clínica com crianças e adolescentes, é fundamental o envolvimento dos responsáveis para a efetividade do tratamento psicoterapêutico. Isso porque, não raramente, os sintomas apresentados pelos pacientes são consequência de problemas em casa.

Crianças expostas à instabilidade familiar e experiências traumáticas têm maiores riscos para apresentarem comportamentos desadaptativos.

Na TCC, de acordo com seu modelo teórico, aspectos como os ambientes interno e externo que cercam a criança e o adolescente são muito importantes e devem ser incorporados ao processo do tratamento.

Nesse sentido, o tratamento precisa considerar o contexto sistêmico e, em especial, o papel potencial dos cuidadores na instalação, na manutenção e no tratamento dos problemas de seus filhos.

O treinamento de pais é apontado como a modalidade melhor estabelecida para o tratamento de transtornos disruptivos em crianças e adolescentes.

É amplamente utilizado em casos de transtorno de conduta, transtorno desafiador de oposição (TDO), transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), entre outros, assim como em várias dificuldades de relacionamento entre pais e filhos.


TÉCNICAS DE APRENDIZAGEM SOCIAL


O TP consiste em uma intervenção em que os cuidadores são instruídos sobre técnicas de aprendizagem social visando modificar o relacionamento familiar, diminuir os comportamentos desadaptativos e incentivar os comportamentos pró-sociais de seus filhos.

De maneira geral, é incentivado o uso de reforçadores positivos na conduta dos adultos através de elogios e brincadeiras que valorizem a criança e o adolescente, abandonando a coerção. Sendo assim, o treinamento de pais contribui para a adequação no comportamento da garotada e na relação familiar como um todo.

Portanto, no treinamento de pais, o objetivo é substituir estilos de disciplina permissivos, punitivos e incoerentes por estratégias de manejo comportamental efetivas.

Ou seja, que envolvam disciplina e firmeza associadas a um contexto de relações calorosas e de aceitação, já que a garotada aprecia interações com cuidadores que se comprometem com a obediência e que não precisam usar afirmação de poder.


BENEFÍCIOS


O processo de treinamento de pais na TCC infantojuvenil, no qual o psicólogo atua como um facilitador, é, portanto, uma alternativa efetiva, já que os adultos podem ser adequadamente orientados e incentivados a estabelecerem práticas eficazes na educação de seus filhos.

Outro benefício do TP é a possibilidade de generalização de seus efeitos na criança e no adolescente em outros contextos, não se mantendo apenas no setting terapêutico.

Estudos demonstram que os comportamentos problemáticos se mantêm estáveis depois de um ano a dois anos e meio após o término da intervenção.

A generalização dos manejos de comportamento dos pais com os outros filhos ocorre igualmente e atua como forma de prevenção da ocorrência de problemas futuros no próprio paciente e nos irmãos.

Além disso, ao praticarem comportamentos pró-sociais, as crianças e os adolescentes podem influenciar a conduta dos adultos, alimentando uma cadeia de atitudes mais adequadas no contexto familiar.

Sendo assim, a garotada e seus responsáveis tornam-se agentes de sua própria mudança.


EFICÁCIA


A eficácia demonstrada nos estudos empregando o treinamento de pais em transtornos disruptivos infantis indica que o envolvimento parental nos programas de tratamento de crianças de zero a seis anos, de modo geral, é indispensável na TCC, muitas vezes constituindo a maior parte do tratamento.

Já com crianças mais velhas e adolescentes, esse trabalho é considerado desejável, sendo um fator de fortalecimento e sucesso do tratamento.

Isso porque tratamentos que incluem aumento da interação positiva entre pais e filhos, habilidades de comunicação emocional, uso do timeout e que enfatizam a importância da coerência dos adultos obtêm resultados satisfatórios na maior parte dos casos.
Outras do Blog

Tags

TCC, terapia cognitivo-comportamental, treinamento de pais, transtorno desafiador de oposição (TDO), transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), psicoeducação, empatia, comportamentos desadaptativos

Mais

Vistos

Saiba antes de promoções e lançamentos



8º Turma: Especialização em Avaliação Psicológica - Transmissão ao Vivo

de 26/01/2021 até 22/03/2022 - Online

Ler mais Outros Eventos

51 3066.3690

Horário de atendimento:
De Seg a Sex das 8h30 às 18h,
sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

copyright © 2020 Sinopsys Editora. Todos os direitos reservados