Três horas seriam suficientes para ajudar os adolescentes a prevenir problemas de saúde mental? - Sinopsys Editora

0

Três horas seriam suficientes para ajudar os adolescentes a prevenir problemas de saúde mental?

13 de Janeiro de 2015

Uma pesquisa feita com 509 jovens britânicos sugere que a incidência de problemas de saúde mental tenha sido reduzida de 25 a 33% nos 24 meses seguintes a duas sessões de terapia em grupo de 90 minutos. "Nosso estudo mostra que as intervenções oferecidas por professores que visam fatores de risco específicos para problemas de saúde mental podem ser extremamente eficazes na redução da incidência de transtornos de depressão e ansiedade a longo prazo", diz Patricia Conrod, da Universidade de Montreal, principal autora do estudo.
Dezenove escolas da Grande Londres participaram do estudo, que incluiu um grupo de controle em que os alunos não receberam intervenções e outro no qual foram realizadas as sessões. Os pesquisadores procuraram por impulsividade, desesperança, sensibilidade à ansiedade. As intervenções de duas sessões incorporaram estratégias cognitivo-comportamentais para o gerenciamento de um perfil de personalidade. Essas intervenções incluíram cenários da vida real compartilhados pelos jovens de alto risco dentro de seu grupo de foco. Os grupos discutiam pensamentos, emoções e comportamentos dentro do contexto de seu tipo de personalidade - identificando gatilhos situacionais, por exemplo - e com a orientação do professor, exploraram maneiras de gerenciar seus problemas. 
Nos dois anos que se seguiram às intervenções, os alunos responderam a questionários a cada seis meses, o que permitiu aos pesquisadores estabelecer o desenvolvimento de depressão, ansiedade, ataques de pânico, problemas de conduta e pensamentos suicidas. Os efeitos foram clinicamente significativos, com uma redução de 21-26% nos sintomas de depressão, ansiedade e problemas de conduta graves ao longo do tempo. Adolescentes ricos em impulsividade tiveram reduzidas em 36% as chances de relatar graves problemas de conduta após as intervenções. Da mesma forma, os adolescentes ricos em sensibilidade à ansiedade tiveram reduzidos em 33% os relatos de problemas graves de ansiedade. Adolescentes com desesperança mais alta exibiram reduções semelhantes nos sintomas depressivos graves (23%), em comparação com os jovens com perfis de personalidade semelhantes que não receberam intervenções.
"As intervenções foram executadas por profissionais de educação qualificados, isso sugere que esta breve intervenção pode ser eficaz e sustentável quando executada dentro do sistema escolar", disse Conrad.
FONTE: Université de Montréal. (2013, October 3). Three hours is enough to help prevent mental health issues in teens. ScienceDaily. Retrieved September 30, 2014 from 

Outras do Blog

Tags

Horas, Adolescentes, Problemas, Saúde Mental, Jovens, Terapia Cognitivo-Comportamental

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Minicurso Introdução à terapia do esquema

de 16/02/2024 até 24/02/2024 - Rua João de Almeida, 735 - Estoril, BH - MG

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69