A psicologia e o adoecimento mental relacionado ao trabalho - Sinopsys Editora
0
A psicologia e o adoecimento mental relacionado ao trabalho

A psicologia e o adoecimento mental relacionado ao trabalho

13 de Dezembro de 2021


Embora a psicologia busque promover uma atenção integral aos trabalhadores, os problemas de adoecimento psicológico mais tratados por ela relacionados ao ambiente ocupacional são depressão, ansiedade, síndrome de burnout, alcoolismo crônico e transtorno de estresse pós-traumático (TEPT).

Nesse contexto, a atuação dos psicólogos ocorre sempre em dois principais níveis: promoção da saúde mental/prevenção de doenças e tratamento/reabilitação.

Em relação à promoção da saúde mental e à prevenção de doenças, os profissionais da área podem fazer avaliações psicológicas periódicas e encontros temáticos.

Também é responsabilidade deles elaboração de pesquisas de clima organizacional, estímulo às relações saudáveis no trabalho, identificação de riscos psicossociais na atividade laboral, treinamentos multiprofissionais, prevenção do estresse, desenvolvimento de grupos de saúde e qualidade de vida no trabalho.

Quanto ao tratamento e à reabilitação, cabe ao profissional da saúde mental fazer acompanhamento psicológico/psicoterapêutico, encaminhamentos à rede de atenção psicossocial, visitas domiciliares, reabilitação cognitiva para o trabalho e apoio especializado na elaboração de um plano diferenciado de atividades para trabalhadores que necessitam de cuidados especiais.


PESQUISAS E TECNOLOGIAS


Os psicólogos também podem desenvolver pesquisas e tecnologias voltadas ao campo da saúde do trabalhador, colaborar na formulação e implantação de políticas públicas na área e se responsabilizar pela relação entre a garantia de diretos dos trabalhadores e os interesses da organização.

O profissional que se interessa pela área deve aprofundar seus conhecimentos em relação à psicologia do trabalho. Seu campo de atuação é vasto, podendo exercer sua função não só em consultório, mas, também, em empresas públicas e privadas, consultorias, ONGs, sindicatos, associações, empresas de recursos humanos e centros de referência especializados em saúde do trabalhador.


FERRAMENTAS


Baralho do sentido da vida no trabalho e na carreira
Entre as ferramentas que podem ser utilizadas por pessoas que buscam um sentido em sua vida profissional e pelos profissionais da saúde mental na prevenção e no tratamento de doenças relacionadas ao trabalho, está o `Baralho do sentido da vida no trabalho e na carreira’, publicado pela Sinopsys Editora.

Criado pelo psicólogo Filiphe Mesquita Borges da Silva, o recurso é baseado na logoterapia e análise existencial, assim como na psicologia positiva e na qualidade de vida no trabalho. Visa favorecer o processo de autoconhecimento do indivíduo para que alcance plenitude em seu trabalho e sua carreira, facilitando a reflexão acerca da responsabilidade, da liberdade e dos valores geradores de mudanças.

Os pontos fortes do baralho se voltam não somente para empregados, mas também para empregadores/gestores. Encontram-se na possibilidade de avaliar o nível de sofrimento no trabalho, a qualidade de vida no trabalho e a capacidade de ressignificação das atividades laborais. Além disso, classifica as características psicológicas positivas em uma organização.

Importante destacar, ainda, que a ferramenta pode ser utilizada para análise dos valores e do sentido da vida não somente no contexto ocupacional, mas também no projeto de vida como um todo e na promoção de criatividade.


CATEGORIAS


O material é composto por 72 cartas divididas nas seguintes categorias: trabalho como realização de um significado; características psicológicas positivas no trabalho e na carreira; sofrimento no trabalho, valores criativos, valores vivenciais na carreira e no trabalho e valores atitudinais na carreira e no trabalho.

É direcionado a adolescentes, adultos e idosos, com aplicação individual ou em grupo, em contextos clínicos e organizacionais. Para adolescentes, é mais indicada a utilização para orientação profissional, projeto de vida, estágio e programa Jovem Aprendiz. Com adultos, pode ser aplicado com funcionários de empresas, autônomos e aqueles que buscam ingressar em uma carreira. Para a terceira idade, é indicado a pessoas que saíram do trabalho e estão buscando um sentido para atividades extras e valorativas.


Baralho do sentido da vida no trabalho e na carreira.
Outras do Blog

Tags

Adoecimento mental, depressão, burnout, alcoolismo, estresse pós-traumático, prevenção, tratamento, Baralho do sentido da vida no trabalho e na carreira

Mais

Vistos

Receba promoções
e lançamentos

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?