Intervenções em terapia cognitivo-comportamental. - Sinopsys Editora

0
Intervenções em terapia cognitivo-comportamental

Intervenções em terapia cognitivo-comportamental

01 de Dezembro de 2021

Para a terapia cognitivo-comportamental (TCC), a forma como o ser humano pensa e interpreta os acontecimentos resulta em sintomas emocionais, fisiológicos e comportamentais. Portanto suas intervenções têm como principal objetivo mudar os sistemas de significados dos pacientes para alterar os efeitos prejudiciais.

Inicialmente desenvolvida e utilizada para tratar a depressão, a TCC hoje tem sua eficácia comprovada cientificamente também no tratamento de inúmeros outros transtornos mentais, dos mais simples aos mais complexos, sendo, em muitos deles, a primeira escolha.

Entre esses distúrbios, constam transtornos de ansiedade, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), transtornos alimentares, transtornos da personalidade, transtorno bipolar, abuso de substâncias, problemas interpessoais, raiva e esquizofrenia.

Indicada para diferentes faixas etárias, da infância à terceira idade, a terapia cognitivo-comportamental é uma abordagem objetiva, diretiva e eficaz, alcançando alívio ou remissão total dos sintomas. Um dos fatores que contribuem para isso é sua estrutura clara, assim como uma transformação emocional e comportamental duradoura e a autonomia do paciente.

O tratamento dos transtornos mentais com a terapia cognitivo-comportamental envolve um plano de ação individualizado e colaborativo em que as demandas e os objetivos trazidos pelo paciente são considerados para a elaboração das intervenções.

Engloba, também, avaliação cognitiva e comportamental, estabelecimento de objetivos e metas, familiarização ao modelo cognitivo, formulação do caso, intervenções cognitivas e comportamentais, prevenção de recaída e término do tratamento.


NÍVEIS


De acordo com a TCC, há três níveis básicos de processamento cognitivo: pensamentos automáticos, crenças intermediárias e crenças nucleares.

Os pensamentos automáticos são privados e ocorrem de maneira breve e fugaz. Podem ocorrer na forma verbal, de imagens, pequenos filmes ou flashes. Fazem parte de um padrão habitual de pensamentos, por isso, as pessoas têm dificuldade de percebê-los.

Já as crenças intermediárias refletem ideias ou uma percepção mais profunda do que os pensamentos automáticos. Ocorrem sob forma de suposições, regras ou pressupostos, atuando como suporte para as crenças nucleares.

Por sua vez, as crenças nucleares são o nível mais profundo da estrutura cognitiva e compostas de ideias inflexíveis e generalizadas. Representam os mecanismos desenvolvidos pelos indivíduos para lidarem com as situações cotidianas, como percebem a si mesmos, aos outros e ao mundo e ao futuro (tríade cognitiva).


PRINCÍPIOS


Com base nesses três níveis de cognição, as intervenções em terapia cognitivo-comportamental são feitas de diferentes formas. Existe, no entanto, um formato de funcionamento que envolve princípios fundamentais.

Um desses princípios é a formulação de casos, ou seja, um método e uma estratégia clínica para elaborar uma descrição do problema atual do paciente, uma compreensão de seus padrões mal-adaptativos, uma teoria sobre o porquê e como esses padrões se desenvolveram, bem como uma ou mais hipóteses de quais processos estão mantendo esses padrões ativos.

Além disso, antecipa os possíveis problemas e obstáculos no processo terapêutico, orientando o foco do tratamento. Também tem como funções reforçar a aliança terapêutica - por meio de um trabalho produtivo e da relação colaborativa - e preparar o paciente para o término da terapia.


ALIANÇA TERAPÊUTICA


Outro princípio fundamental das intervenções em terapia cognitivo-comportamental é a aliança terapêutica, sendo que a relação terapêutica deve se estabelecer em uma conduta de empatia, respeito e confiança.

O trabalho clínico conjunto entre terapeuta e paciente sobre o modo como este identifica, avalia e responde aos pensamentos disfuncionais é tido como fundamental para melhora no quadro apresentado.

Colaboração e participação ativa também fazem parte da lista de princípios, uma vez que terapeuta e paciente devem trabalhar em colaboração, buscando sempre o engajamento do paciente no seu próprio processo (empirismo colaborativo).

A TCC também é orientada a metas e focada no problema, ou seja, há foco nos problemas atuais e metas estabelecidas mutuamente para o tratamento como um todo.

A ênfase no presente é mais um importante princípio das intervenções em terapia cognitivo-comportamental. O foco é no aqui e no agora, mas se considera também uma perspectiva longitudinal, pois os problemas do presente podem se relacionar com questões do passado e futuro.


TÉCNICAS


Outro princípio fundamental da TCC é o uso de uma variedade de técnicas para mudar o pensamento e as reações emocionais, comportamentais e fisiológicas do indivíduo.

Entre as técnicas mais utilizadas, constam psicoeducação, questionamento socrático, registro dos pensamentos disfuncionais (RPD), relaxamento, mindfulness (atenção plena), treino de habilidades sociais, dessensibilização sistemática e tarefas de casa.

Importante ressaltar, ainda, que a TCC geralmente é aplicada em um formato de curto prazo. O tratamento para depressão ou transtornos de ansiedade descomplicados normalmente dura de cinco a 20 sessões.

Entretanto períodos mais longos podem ser necessários se houver comorbidades ou se o paciente possuir sintomas crônicos ou for resistente ao tratamento.

As sessões, individuais ou em grupo, são estruturadas, ou seja, há uma estrutura a seguir que envolve a avaliação de humor, estabelecimento da agenda, a revisão do que ocorreu ao longo da semana e o feedback no final da sessão.
Outras do Blog

Tags

Intervenções, formulação de casos, pensamentos automáticos, crenças intermediárias, crenças nucleares, aliança terapêutica.

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Evento Sergipano sobre TDAH

de 24/02/2024 até 24/02/2024 - Hotel Arcus - Aracaju

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69