Qual o impacto do racismo no desenvolvimento infantil? - Sinopsys Editora

0
Qual o impacto do racismo no desenvolvimento infantil?

Qual o impacto do racismo no desenvolvimento infantil?

26 de Julho de 2021

O impacto do racismo no desenvolvimento infantil é danoso do ponto de vista psicológico e social. Episódios diários, desde ser alvo de preconceito até assistir a casos de violência sofridos por outras pessoas com características semelhantes, têm um efeito muitas vezes invisível, mas duradouro e grave sobre a saúde, o corpo e o cérebro de crianças.

Pesquisas do Centro de Desenvolvimento Infantil da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, documentam como a vivência cotidiana do racismo, em suas formas mais explícitas ou sutis, pode impactar no aprendizado, no comportamento e na saúde física e mental dos pequenos a longo prazo.

O racismo e a violência dentro da comunidade, assim como a ausência de apoio para lidar com isso, estão entre as chamadas experiências adversas na infância. Passar constantemente por elas faz com que o cérebro se mantenha em estado constante de alerta, provocando o chamado estresse tóxico.

Estudos científicos mostram que, quando os sistemas de estresse das crianças ficam ativados em alto nível por longo período de tempo, há um desgaste significativo nos seus cérebros em desenvolvimento e outros sistemas biológicos.

Na prática, áreas do cérebro dedicadas à resposta ao medo, à ansiedade e a reações impulsivas podem produzir um excesso de conexões neurais, ao mesmo tempo em que áreas cerebrais dedicadas à racionalização, ao planejamento e ao controle de comportamento podem produzir menos conexões neurais.

DOENÇAS CRÔNICAS

O impacto do racismo no desenvolvimento infantil também implica mais chances de doenças crônicas ao longo da vida, sendo o estresse tóxico um dos fatores. Conforme Harvard, pessoas negras, indígenas e de outras etnias nos EUA têm, em média, mais problemas crônicos de saúde e vidas mais curtas do que as pessoas brancas em todos os níveis de renda.

Dados apontam para situação semelhante no Brasil, onde homens e mulheres negros têm, historicamente, incidência maior de diabetes e pressão alta por exemplo. Conforme dados do IBGE, a taxa de homicídios de brasileiros da população preta e parda é superior a 43 por 100 mil habitantes, enquanto que, para a população branca, o indicador fica em torno de 16 por 100 mil habitantes.

ACESSO


O impacto do racismo no desenvolvimento infantil também está relacionado ao tratamento desigual recebido no que diz respeito ao acesso à saúde e à educação de qualidade conforme os estudos de Harvard. O mesmo vale para as oportunidades econômicas e os caminhos para acúmulo de riqueza.

Nesse caso, os números brasileiros novamente apontam para um quadro parecido. Segundo levantamento do Ministério da Saúde, perto de 70% do público do SUS (Sistema Único de Saúde) é negro. Por outro lado, a população negra faz proporcionalmente menos consultas médicas e atendimentos de pré-natal.

Na educação, crianças negras de zero a três anos de idade têm percentual menor de matrículas em creches brasileiras. Na outra ponta, perto de 54% dos jovens declarados negros concluem o ensino médio até os 19 anos, 20% a menos que a taxa de jovens brancos conforme dados do movimento Todos Pela Educação.

EFEITO BUMERANGUE


O impacto do racismo no desenvolvimento infantil também ocorre de forma indireta, como um efeito bumerangue do estresse da discriminação sofrido no dia a dia pelos pais ou outros responsáveis por essas crianças.

Nessa exposição indireta ao racismo, os pequenos podem ficar traumatizados ao testemunhar ou escutar sobre eventos que tenham afetado pessoas próximas. Tal exposição frequente pode forçá-los a dar sentido cognitivamente a um mundo que sistematicamente os desvaloriza e marginaliza.

Como efeito desse racismo indireto, o estudo de Harvard identificou impactos tanto em cuidadores, que apresentaram autoestima fragilizada, como nas crianças, com mais nascimentos de partos prematuros, com menor peso e mais chances de adoecerem ao longo da vida ou de desenvolver depressão.
Outras do Blog

Tags

Racismo, Racismo na Infância, Impacto do Racismo, Desenvolvimento Infantil, Preconceito, Violência

Mais

Vistos

Saiba antes

de promoções

e lançamentos



Cursos

e Eventos

Evento Sergipano sobre TDAH

de 24/02/2024 até 24/02/2024 - Hotel Arcus - Aracaju

Ler mais Outros Eventos

Atendimento personalizado disponível de segunda a sábado das 8h às 18h(exceto feriados).

Este site usa cookies

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse.
Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossos termos e condições.
     
Item adicionado ao seu carrinho, o que deseja fazer agora?
Sinopsys Editora e Sistemas Eireli CNPJ: 10.740.484/0001-69