Transtorno explosivo intermitente na infância e adolescência - Sinopsys Editora
51 3600.6699 Horário de atendimento: De Seg a Sex das 8h às 23:59h, sem fechar ao meio-dia (Exceto em feriados).
Olá, Faça seu login

Informe seu e-mail para que uma nova senha seja enviada

Voltar
0
Carrinho
Produtos

0
Transtorno explosivo intermitente na infância e adolescência

Transtorno explosivo intermitente na infância e adolescência

13 de Abril de 2022

O transtorno explosivo intermitente (TEI) tem seu início na infância e adolescência. É altamente prevalente, persistente e acarreta sérios prejuízos à vida de crianças e adolescentes.


O fato de o transtorno explosivo intermitente ser ainda pouco estudado e, consequentemente, subdiagnosticado e subtratado faz com que poucas crianças e adolescentes recebam tratamento.

Sendo assim, evidencia-se a necessidade de maiores esforços na área da saúde pública, assim como no meio educacional, na tentativa de se fazer intervenções precoces, objetivando impedir ou diminuir também o risco de desordens psiquiátricas secundárias.


INTERVENÇÕES


Psicoterapias de diferentes orientações teóricas têm sido usadas para tratar transtornos que envolvem comportamentos agressivos na infância e adolescência, mas o maior corpo de evidência disponível na literatura atribui eficácia para as abordagens cognitivo-comportamentais.

Na psicoterapia infantil, o trabalho com os pais é sempre fundamental para que o aprendizado alcançado na sessão possa ser ampliado e reforçado para outros contextos. A escolha de técnicas de intervenção vai depender da análise funcional do caso.

No atendimento a crianças e adolescentes com transtorno explosivo intermitente, a orientação dos cuidadores se torna essencial e, sempre que possível, o trabalho com a escola e os professores também deve ser feito.


POSSIBILIDADES


Existe uma variedade de possibilidades a serem utilizadas no atendimento terapêutico do transtorno explosivo intermitente na infância e adolescência, não havendo, portanto, um protocolo fechado.

Fundamentalmente, o vínculo terapêutico deve estar fortalecido tanto com o paciente quanto com os pais ou outros responsáveis.

Por ser um transtorno que causa muito desgaste nas relações familiares, os pais podem experimentar sensações de cansaço, frustração, intolerância e raiva em relação ao filho, o que pode intensificar a deterioração do relacionamento e interferir ainda mais na autoestima e na autoeficácia do grupo parental.

É condição indispensável que os pais se sintam acolhidos e compreendidos em sua angústia e encontrem no terapeuta respaldo técnico e emocional que lhes permita resgatar a confiança em sua capacidade de cuidar do próprio filho.

O atendimento familiar conjunto também deve ser incluído à medida que é um momento extremamente rico que favorece, entre outras possibilidades, o treino da comunicação.


TRATAMENTO PRECOCE


Quando o tratamento do TEI começa precocemente, o prognóstico torna-se mais favorável, pois, quanto mais persistentes são os comportamentos desadaptativos, mais difícil se torna sua supressão e a promoção de comportamentos adequados.

De forma geral, o tratamento precoce do transtorno explosivo intermitente na infância e adolescência alcança resultados significativamente efetivos no que concerne à aquisição de comportamentos socialmente aceitos.

Nesse sentido, a escola pode ser de grande importância ao preparar seus profissionais para que possam estar atentos a possíveis sintomas e encaminhar esses alunos para uma avaliação clínica mais criteriosa.


LIVRO


Mente impulsiva, comportamento explosivo: Transtorno explosivo intermitente

O livro "Mente impulsiva, comportamento explosivo: Transtorno explosivo intermitente", de autoria da psicóloga Vânia Calazans e publicado pela Sinopsys Editora, aprofunda o tema sob vários aspectos.

O propósito da obra é apresentar o TEI ao maior número de pessoas, pois somente por meio do conhecimento é possível minimizar o sofrimento e o preconceito acerca do assunto. Embora tenha sido escrito para profissionais da saúde, a linguagem utilizada é de fácil compreensão para o público geral.

Mente impulsiva, comportamento explosivo: transtorno explosivo intermitente
Outras do Blog

Tags

Transtorno explosivo intermitente, TEI, DSM-5, impulsividade, agressividade, terapia cognitivo-comportamental, TCC, infância, adolescência

Mais

Vistos

Saiba antes de promoções e lançamentos



Curso de Formação em Terapia do Esquema

de 28/01/2022 até 28/01/2023 - On-line e ao vivo no ZOOM.

Ler mais Outros Eventos

51 3600.6699

Horário de atendimento:
De Seg a Sex das 8h30 às 18h,
sem fechar ao meio dia (Exceto em feriados).

copyright © 2020 Sinopsys Editora. Todos os direitos reservados